É Possível Reduzir Custos Garantindo Limpeza Efetiva?

Prestar um serviço de qualidade para hóspedes é meta para qualquer gestor, e uma boa higiene é um cartão de visitas para o seu negócio. Apesar dessa importância, em nosso país ainda existe a cultura que envolve diversos produtos de supermercado que produzem muita espuma e demandam a utilização de muita água; enquanto em outros casos, acontece o oposto, pois a governança não manipula os materiais da maneira correta.

Maria José Dantas, Presidente Nacional da Associação Brasileira de Governantas e Profissionais da Hotelaria (ABG), afirma que a governança deve ter poucos produtos, se não apenas um que atenda à todas as especifidades de sujeira. E Carlos Eduardo Panzarin de Castro Mello, Diretor de Conteúdo Técnico da Abralimp, complementa dizendo que limpeza profissional engloba produtos que colaborem para o rendimento das atividades. Se hotéis começarem a utilizar versões profissionais de produtos e deixarem de lado versões domésticas de produtos, o resultado seria a redução de custos em torno de 70%.

Tipos de limpeza

Classificada em três tipos (seca, molhada e úmida), a limpeza no setor da governança tem cada tipo indicado para cada situação em específico. “Nos três casos, os agentes químicos dos produtos é que vão determinar a perfeita execução do processo de higienização e limpeza”, explica Maria José, Presidente Nacional da ABG. É importante também ter a consciência de que o que define a excelência no processo é a aplicação correta dos produtos e o tipo de limpeza de cada superfície ou área.

Saúde em foco

Permanecer em um hotel onde não houve higienização correta é um detalhe que acaba levando o hóspede à uma série de doenças, e dormir em lençóis e fronhas mal lavadas, por exemplo, expõe o hóspede a diversas bactérias e ácaros; assim como o grande risco de micose ao banhar-se descalço na área do box.

Otimização de processos

A gestão da área da governança vai muito além da organização de quartos, sendo parte da estrutura do hotel, com o intuito de otimização de atividades à melhor experiência do hóspede.

Fonte: Revista Hotéis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.