O Papel Higiênico Polui Mais Que Um SUV e Está Destruindo Florestas

Devemos ser claros quando falamos sobre nosso consumo de papel higiênico, diariamente. Porém, feito de materiais como madeira, a utilização em massa desse material vem influenciando significativamente na mudança climática, causando mais danos ao meio ambiente do que um SUV.

Na Europa, 40% do papel higiênico é produzido de forma reciclável, ao contrário da América, onde 98% dos consumidores preferem o caro papel higiênico natural, produzido diretamente das árvores florestais virgens. Cada norte-americano é responsável por 20% do consumo total do material de papéis higiênicos, o que significa não apenas o desmatamento, mas também a  liberação para a atmosfera de gases tóxicos para o processamento do produto, perda de espécies e poluição das águas.

Em suma: fabricar 100% de papel higiênico de fibra virgem gera uma quantidade de carbono três vezes maior que a produzida por outros tipos de celulose”, segundo o relatório NRDC e Stand.earth. E a produção de um único rolo de papel higiênico também usa 37 litros de água, sem falar que o transporte do papel também implica em emissão de gases de efeito estufa.

O que podemos fazer?

Como é quase impossível se livrar do hábito de utilizar papel higiênico, podemos optar por utilizar um produto que agrida menos o meio ambiente e que seja o mais sustentável possível, produzido pelo processamento de resíduos de papel ou de outros resíduos reciclados. Além disso, sabendo do seu impacto, não desperdice este produto.

E por fim, usar o bidê ou a duchinha sempre que possível, também é uma boa pedida!

Fonte: Green Me

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.